quarta-feira, novembro 08, 2006


Ainda sinto o teu toque. Como se ainda estivéssemos de mão dada.
Senti-me húmida, molhada. Consegues surtir-me esse efeito. Consegues deixar-me louca. Só com o olhar, quanto mais com o toque.

Penso no dia em que os nossos corpos se unirem. Seremos um só, como se não houvesse amanhã, como se não existisse mais nada, mais ninguém.

Não queres tentar alguma coisa para ver no que dá? Nem que seja só um único beijo…
Preciso saber o que pensas em relação a este pecado carnal.

Quando estou contigo frente a frente, quando me olhas nos olhos, quando te aproximas, não consigo ter pensamentos ingénuos. Não consigo colocar de parte este desejo em te sentir.

Quero fazer-te explodir de prazer. Quero fazer despoletar em ti a loucura mais bem guardada no teu mundo perfeito de fidelidade aos teus princípios morais.

Cada vez tem sido mais difícil para mim guardar este desejo, esta atracção.
Não sentes o mesmo?

2 Comments:

Blogger Irene said...

Uma intensidade nas palavras que exprime o inexplicável e o absurdo!
Parabéns pelo blog!

sexta-feira, 05 janeiro, 2007  
Blogger Mary Lamb said...

E essas emocoes continuam? Ou estao paradas como este blog?
Beijos

terça-feira, 25 setembro, 2007  

Enviar um comentário

<< Home